Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Rua Baronesa Geraldo de Resende, 330, - Campinas, SP

(19) 3241-9713 | 3242-0899    (19) 99132-4922

contato@auxiliadoracampinas.org.br

Secretaria

Memória do Imaculado Coração de Maria

prop

 

  • Memória, Cor Branca , Prefácio de Nossa Senhora
  • Ofício de memória
  • Tempo Comum
  • 1ª Leitura – (Is 61,9-11)
  • Salmo – (1Sm 2,1.4-8)
  • Evangelho – (Lc 2,41-51)

INTROITO: Meu coração exulta, porque me salvais. Cantarei ao Senhor pelo bem que me fez.

COMUNHÃO: Maria guardava todas essas palavras, meditando-as no seu coração

A MISSA EM MEMÓRIA AO Imaculado Coração de Maria, será celebrada neste sábado, 13/06, às 7:00, NA PARÓQUIA NOSSA SENHORA AUXILIADORA. Às 17:00, é celebrada a Liturgia do 11º Domingo do Tempo Comum, também ocorrerá, às 17:00, a Missa da Imposição do Óleo da Crisma, nos jovens que fizeram a preparação para o sacramento da Confirmação.

—————————————————————————————————————————————————————–

Um dia após celebrarmos o Sagrado Coração de Jesus, recordamos o amor de Deus, manifestado através da missão de Nossa Senhora. Maria demonstra seu amor por Deus e por todos, ao aceitar o plano de Deus, ao conceber, em seu ventre, o Verbo Encarnado, Jesus Cristo.

Esta celebração é uma memória litúrgica, cuja liturgia substitui a liturgia corrente (neste caso, a liturgia da memória de Santo Antônio de Pádua, com as leituras do sábado da 10ª Semana Comum). A cor litúrgica é branca, é feita uma leitura, um salmo e o Evangelho. O prefácio eucarístico é de Nossa Senhora. Não se canta o Hino de Louvor, exceto em locais nos quais esta celebração é festiva ou solene. Sempre é celebrada aos sábados, um dia após o Sagrado Coração de Jesus, portanto é uma data móvel, isto é, depende do dia em que ocorrer a Vigília Pascal do ano litúrgico corrente.

Por Thiago – Cantinho da Liturgia – Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

 

—————————————————————————————————————————————————————–

 

  • Memória, Cor Branca , Prefácio de Nossa Senhora
  • Ofício de memória
  • Tempo Comum
  • 1ª Leitura – (Is 61,9-11)
  • Salmo – (1Sm 2,1.4-8)
  • Evangelho – (Lc 2,41-51)

1ª Leitura

Leitura do Livro do Profeta Isaías.

9A descendência do meu povo será conhecida entre as nações, e seus filhos se fixarão no meio dos povos; quem os vir há de reconhecê-los como descendentes abençoados por Deus.

10Exulto de alegria no Senhor e minha alma regozija-se em meu Deus; ele me vestiu com as vestes da salvação, envolveu-me com o manto da justiça e adornou-me como um noivo com sua coroa, ou uma noiva com suas joias.11Assim como a terra faz brotar a planta e o jardim faz germinar a semente, assim o Senhor Deus fará germinar a justiça e a sua glória diante de todas as nações.

Salmo

— Meu coração se regozija no Senhor.

 — Exulta no Senhor meu coração, e se eleva a minha fronte no meu Deus; minha boca desafia os meus rivais porque me alegro com a vossa salvação.

— O arco dos fortes foi dobrado, foi quebrado, mas os fracos se vestiram de vigor. Os saciados se empregaram por um pão, mas os pobres e os famintos se fartaram. Muitas vezes deu à luz a que era estéril, mas a mãe de muitos filhos definhou.

— É o Senhor quem dá a morte e dá a vida, faz descer à sepultura e faz voltar; é o Senhor quem faz o pobre e faz o rico, é o Senhor quem nos humilha e nos exalta.

— O Senhor ergue do pó o homem fraco, do lixo ele retira o indigente, para fazê-los assentar-se com os nobres num lugar de muita honra e distinção.

Evangelho

R. ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA

V.Bendita é a Virgem Maria, que guardava a Palavra de Deus, meditando-a no seu coração.. R

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

41Os pais de Jesus iam todos os anos a Jerusalém, para a festa da Páscoa. 42Quando ele completou doze anos, subiram para a festa, como de costume. 43Passados os dias da Páscoa, começaram a viagem de volta, mas o menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que seus pais o notassem.

44Pensando que ele estivesse na caravana, caminharam um dia inteiro. Depois começaram a procurá-lo entre os parentes e conhecidos. 45Não o tendo encontrado, voltaram para Jerusalém à sua procura. 46Três dias depois, o encontraram no Templo. Estava sentado no meio dos mestres, escutando e fazendo perguntas.

47Todos os que ouviam o menino estavam maravilhados com sua inteligência e suas respostas. 48Ao vê-lo, seus pais ficaram muito admirados e sua mãe lhe disse: “Meu filho, por que agiste assim conosco? Olha que teu pai e eu estávamos, angustiados, à tua procura”. 49Jesus respondeu: “Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo estar na casa de meu Pai?” 50Eles, porém, não compreenderam as palavras que lhes dissera. 51Jesus desceu então com seus pais para Nazaré, e era-lhes obediente. Sua mãe, porém, conservava no coração todas estas coisas.

 

 

Deixe o seu comentário





[bws_google_captcha]

* campos obrigatórios.