Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Rua Baronesa Geraldo de Resende, 330, - Campinas, SP

(19) 3241-9713 | 3242-0899    (19) 99132-4922

contato@auxiliadoracampinas.org.br

Secretaria
Sem categoria › 06/04/2016

Igreja no Rio promove atividades esportivas no ano olímpico

esporte_pastoral_olimpiadasDaqui a quatro meses, o Brasil vai participar, junto a outras nações, dos Jogos Olímpicos 2016. O clima esportivo deve tomar o país e motivar atletas e não atletas às práticas do esporte. Inclusive setores da própria Igreja Católica também farão parte da festa.

No Rio de Janeiro, cidade sede dos Jogos 2016, por exemplo, uma série de ações serão desenvolvidas durante este ano. Como explica a coordenadora de comunicação da Pastoral do Esporte da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Aline Lima, a celebração dos “100 dias de paz” está entre as atividades.

Serão 50 dias antes e depois dos jogos, com iniciativas que promoverão a paz mundial, em conexão com a chamada “Trégua Olímpica”, estabelecida pelas Nações Unidas. A Trégua significa uma pausa de todas as guerras em curso, para viabilizar assim a participação dos atletas das várias nações.

Outra novidade é que a Paróquia Imaculada Conceição, no Recreio, vai sediar a Casa Paraolímpica da Itália. É a primeira vez que uma paróquia sedia esse local propício para confraternizações, exposições, palestras e reuniões dentro de uma Olimpíada. “Será um momento muito bacana de interação da comunidade com os atletas e unidade da Igreja com o mundo do esporte”, destacou Aline.

Além disso, uma parceria da Arquidiocese do Rio com a Confederação Nacional de Esgrima, levará um curso para professores do esporte às comunidades.

O esporte e a fé cristã

Para Aline, o esporte é uma das ferramentas de maior poder de desenvolvimento social. Isso devido aos valores a ele agregados, como a disciplina, a amizade, o trabalho em equipe, a unidade, fair play e outros. “Esses valores são essenciais para o desenvolvimento de uma pessoa”, afirma.

“A Igreja e o esporte sempre foram muito ligados. Inclusive, se formos ver os valores olímpicos, eles são muito próximos aos valores cristãos. Quando você consegue trabalhar esses dois de forma única, consegue-se uma transformação muito mais eficiente. Temos uma dupla ferramenta de transformação”, afirmou a coordenadora de comunicação da Pastoral do Esporte no Rio de Janeiro.

Aline destaca que, durante os Jogos, será possível sentir o espírito olímpico, ver a união dos povos e das religiões. “Todo mundo junto, num clima de completa paz e unidade. É isso que a Igreja quer, é isso queremos passar para frente”, disse.

“Durante os jogos, teremos muitos momentos de superação, de amizades; momentos de provação. Então, que possamos torcer pelos atletas, mas, principalmente, torcer para que os Jogos Olímpicos sejam uma festa de paz”, completou.

Por Canção Nova