Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Rua Baronesa Geraldo de Resende, 330, - Campinas, SP

(19) 3241-9713 | 3242-0899    (19) 99132-4922

contato@auxiliadoracampinas.org.br

Secretaria
Sem categoria › 13/01/2016

Curso de Verão debate Campanha da Fraternidade Ecumênica

curso-de-verao-2016O arcebispo metropolitano de São Paulo, Cardeal Odilo Pedro Scherer, participou nesta terça-feira, 12, do 29º Curso de Verão, que acontece desde o dia 6 de janeiro, no Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Tuca).

O curso, que prossegue até amanhã, 14, é promovido pelo Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (Ceseep). Trata-se de um programa de formação popular no campo sócio-politico­cultural, a partir da realidade e seus desafios, à luz da Bíblia, Teologia, Pastoral e do empenho na transformação da sociedade.

Em 2016, tem como tema “Economia Promotora dos Direitos Humanos e Ambientais”, em sintonia com o tema a Campanha da Fraternidade Ecumênica deste ano ­– “Casa Comum, nossa responsabilidade”.

Administrar bem o Meio Ambiente

Durante sua saudação, Dom Odilo elogiou a iniciativa e destacou a participação de pessoas de diversos estados brasileiros, além de participantes de Moçambique, Nigéria e Quênia.

Ao falar sobre o tema, o Cardeal chamou a atenção para o pertinência do assunto, ressaltando que os efeitos de uma crise econômica são mais sentidos sobre as pessoas mais pobres.

“A economia deve ser a boa administração do bem comum para que todos tenham o necessário para viver bem. Mas não é isso que sempre acontece”, afirmou, frisando, ainda, que uma parte da economia é administrar bem o meio ambiente, a “casa comum”, como insiste o Papa Francisco na encíclica Laudato si’.

O Arcebispo destacou três aspectos da Encíclica que considera importantes para um aprofundamento. “O mundo está colocado a nossas mãos desde a origem… Se não cuidamos bem da casa, ela também não cuidará de nós”, disse.

“Cuidar do mundo é também questão de justiça, solidariedade com os demais ‘conviventes’ dessa casa comum”, continuou dom Odilo, que acrescentou que este cuidado “é, ainda, uma questão de respeito para com quem é o Senhor desta casa comum”.

Por Canção Nova, com Arquidiocese de SP