Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Rua Baronesa Geraldo de Resende, 330, - Campinas, SP

(19) 3241-9713 | 3242-0899    (19) 99132-4922

contato@auxiliadoracampinas.org.br

Secretaria

Advento – Semana Santa do Natal – 18 de Dezembro

4º Dia da Novena de Natal: Adonai

Adonai

“Adonai e Moisés”

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS DO TEMPO DO ADVENTO!

CLIQUE AQUI E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA NOVENA DE NATAL!

  • Férias solenes, Cor Roxa, Prefácio do Advento II
  • Ofício das grandes antífonas do Advento
  • Tempo do Advento
  • 1ª Leitura – (Jr 23,5-8)
  • Responsório – Salmo 71
  • Evangelho – (Mt 1,18-24)

INTROITO: O messias, que João apontou como o Cordeiro esperado, virá como nosso rei.

Oração: Ó Deus todo-poderoso, concedei aos que gememos na antiga escravidão sob o jugo do pecado a graça de ser libertados pelo novo natal do vosso Filho, que tão ansiosamente esperamos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

COMUNHÃO: O seu nome será Emanuel, o que significa “Deus-conosco” (Mt 1,23).

Esta liturgia será celebrada nesta sexta-feira, 18/12, às 7:00 e às 19:30, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. A Novena de Natal ocorre na missa das 19:30.

——————————————————————————————————————–

A partir do dia 17/12, entramos na etapa final do Tempo do Advento, em que nos preparamos diretamente para o Natal do Senhor. Até o dia 24/12 (Missa Matutina), as leituras, o ofício, as antífonas e diversos atributos dizem respeito, diretamente, ao Nascimento de Jesus Cristo.

No livro de cânticos litúrgicos, o Gradual Romano, este período é o tempo das Grandes Antífonas, conhecidas por Antífonas do Ó. Há 7 antífonas específicas, cantadas, solenemente, em cada dia desta semana santa. A Novena de Natal que celebramos anualmente, está enraizada nestes cânticos da liturgia das horas e acaba recebendo duas novas antífonas, para se completarem os 9 dias. Observando as antífonas musicais de cada um dos dias deste período, nota-se a presença de parte das Antífonas do Ó, na liturgia do dia, no versículo de aclamação ao Evangelho.

No ofício divino (Liturgia das Horas), também canta-se o Magnificat, após a antífona, da mesma maneira como se tem feito nos dias da novena de Natal.

O 4º Domingo do Advento faz parte desta Semana Santa (assim como o Domingo de Ramos faz parte da última semana da Quaresma). Dentro deste período solene, não é permitido realizar memórias dos santos, festas ou solenidades. A única liturgia que se sobrepõe a estes dias é do 4º Domingo do Advento.

q20

Período da Semana Santa do Natal e Datas

Em todos os anos, este período se sobrepõe à liturgia que celebraríamos normalmente. Ontem, celebramos a quarta-feira da 3ª Semana do Advento. Nesta quinta-feira, seria celebrada a quinta-feira da mesma semana (Semana após o Domingo Gaudete), desde que ocorresse antes do dia 17/12.

No ano passado, o dia 17/12 ocorreu na quarta-feira, por isso, a 3ª Semana do Advento teve apenas dois dias (a segunda-feira e a terça-feira). No próximo ano litúrgico, ela será encerrada na sexta-feira, pois o dia 17/12 será um sábado.

Esta mobilidade litúrgica ocorre devido ao dia em que o Natal ocorrer na semana. É obrigatório que sejam celebrados 4 Domingos antes do dia 24/12 (Missa da Noite de Natal). Os dias restantes são preenchidos pelas 3 semanas do Advento e pela semana santa do Natal. Como o Natal ocorre, a cada ano, em um dia diferente da semana, o dia 17/12 ocorrerá uma semana antes de sua véspera, também em cada dia diferente da semana.

Isso fará com que a distância entre o Domingo Gaudete (3º Domingo do Advento) e o dia 17/12 seja variável, sendo preenchidos os dias entre eles, pela 3ª Semana do Advento. Conforme o Natal se aproxima do domingo, maior ficará o Tempo do Advento, pois aumentará o número de dias entre o 4º Domingo do Advento e o Natal. No caso máximo, quando o Natal for em um domingo, o Advento terá 4 semanas, sendo a última semana, a Semana Santa do Natal, completamente após o 4º Domingo do Advento.

O Tempo do Natal, que se seguirá à data, também possui duração variável, pelo mesmo motivo da mobilidade do Natal na semana. Em breve, será tratado deste tema, nos artigos relativos ao Natal e seu tempo litúrgico.

Thiago – Cantinho da Liturgia

———————————————————————————————————————

Primeira Leitura

Leitura do Livro do Profeta Jeremias.

5Eis que virão dias, diz o Senhor, em que farei nascer um descendente de Davi; reinará como rei e será sábio, fará valer a justiça e a retidão na terra. 6Naqueles dias, Judá será salvo e Israel viverá tranquilo; este é o nome com que o chamarão: ‘Senhor, nossa Justiça’. 7Eis que virão dias, diz o Senhor, em que já não se usará jurar ‘Pela vida do Senhor que tirou os filhos de Israel do Egito’ 8 mas sim: ‘Pela vida do Senhor que tirou e reconduziu os descendentes da casa de Israel desde o país do norte e todos os outros países’, para onde os expulsará; eles então irão habitar em sua terra”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

 

Responsório

Nos seus dias a justiça florirá e a paz em abundância, para sempre.

Nos seus dias a justiça florirá e paz em abundância, para sempre.

Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres.

Libertará o indigente que suplica, e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. Terá pena do indigente e do infeliz, e a vida dos humildes salvará.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel, porque só ele realiza maravilhas! Bendito seja o seu nome glorioso! Bendito seja eternamente! Amém, amém!

Evangelho

R: Aleluia! Aleluia! Aleluia!

V:.Ó guia de Israel, que no monte do Sinai orientastes a Moisés, oh, vinde redimir-nos com braço estendido!

O Senhor esteja convosco.

Ele está no meio de nós.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

Glória a vós, Senhor.

 

18A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. 19José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria, em segredo. 20Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: “José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. 21Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”. 22Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: 23“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco”. 24Quando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor havia mandado, e aceitou sua esposa.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.