Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Rua Baronesa Geraldo de Resende, 330, - Campinas, SP

(19) 3241-9713 | 3242-0899    (19) 99132-4922

contato@auxiliadoracampinas.org.br

Secretaria

Advento – Semana Santa do Natal – 17 de Dezembro

3º Dia da Novena de Natal: Sabedoria Divina

sapientia_antiphon

“Ó Sabedoria”

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS DO TEMPO DO ADVENTO!

CLIQUE AQUI E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA NOVENA DE NATAL!

  • Férias solenes, Cor Roxa, Prefácio do Advento II
  • Ofício das grandes antífonas do Advento
  • Tempo do Advento
  • 1ª Leitura – (Gn 49,2.8-10)
  • Responsório – Salmo 71
  • Evangelho – (Mt 1,1-17)

INTROITO: Alegrem-se os céus e exulte a terra, porque o Senhor nosso Deus virá e terá compaixão dos pequeninos (Is 49,13).

Oração: Ó Deus, criador e redentor do gênero humano, quisestes que o vosso Verbo se encarnasse no seio da Virgem. Sede favorável à nossa súplica, para que o vosso Filho unigênito, tendo recebido nossa humanidade, nos faça participar da sua vida divina. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

COMUNHÃO: Eis que vem o desejado de todas as nações: ele encherá de glória a casa do Senhor (Ag 2,8).

Esta liturgia será celebrada nesta quinta-feira, 17/12, às 7:00 e às 19:30, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. A Novena de Natal ocorre na missa das 19:30.

——————————————————————————————————————–

A partir do dia 17/12, entramos na etapa final do Tempo do Advento, em que nos preparamos diretamente para o Natal do Senhor. Até o dia 24/12 (Missa Matutina), as leituras, o ofício, as antífonas e diversos atributos dizem respeito, diretamente, ao Nascimento de Jesus Cristo.

No livro de cânticos litúrgicos, o Gradual Romano, este período é o tempo das Grandes Antífonas, conhecidas por Antífonas do Ó. Há 7 antífonas específicas, cantadas, solenemente, em cada dia desta semana santa. A Novena de Natal que celebramos anualmente, está enraizada nestes cânticos da liturgia das horas e acaba recebendo duas novas antífonas, para se completarem os 9 dias. Observando as antífonas musicais de cada um dos dias deste período, nota-se a presença de parte das Antífonas do Ó, na liturgia do dia, no versículo de aclamação ao Evangelho.

No ofício divino (Liturgia das Horas), também canta-se o Magnificat, após a antífona, da mesma maneira como se tem feito nos dias da novena de Natal.

O 4º Domingo do Advento faz parte desta Semana Santa (assim como o Domingo de Ramos faz parte da última semana da Quaresma). Dentro deste período solene, não é permitido realizar memórias dos santos, festas ou solenidades. A única liturgia que se sobrepõe a estes dias é do 4º Domingo do Advento.

great_antiphons_sapientia

Período da Semana Santa do Natal e Datas

Em todos os anos, este período se sobrepõe à liturgia que celebraríamos normalmente. Ontem, celebramos a quarta-feira da 3ª Semana do Advento. Nesta quinta-feira, seria celebrada a quinta-feira da mesma semana (Semana após o Domingo Gaudete), desde que ocorresse antes do dia 17/12.

No ano passado, o dia 17/12 ocorreu na quarta-feira, por isso, a 3ª Semana do Advento teve apenas dois dias (a segunda-feira e a terça-feira). No próximo ano litúrgico, ela será encerrada na sexta-feira, pois o dia 17/12 será um sábado.

Esta mobilidade litúrgica ocorre devido ao dia em que o Natal ocorrer na semana. É obrigatório que sejam celebrados 4 Domingos antes do dia 24/12 (Missa da Noite de Natal). Os dias restantes são preenchidos pelas 3 semanas do Advento e pela semana santa do Natal. Como o Natal ocorre, a cada ano, em um dia diferente da semana, o dia 17/12 ocorrerá uma semana antes de sua véspera, também em cada dia diferente da semana.

Isso fará com que a distância entre o Domingo Gaudete (3º Domingo do Advento) e o dia 17/12 seja variável, sendo preenchidos os dias entre eles, pela 3ª Semana do Advento. Conforme o Natal se aproxima do domingo, maior ficará o Tempo do Advento, pois aumentará o número de dias entre o 4º Domingo do Advento e o Natal. No caso máximo, quando o Natal for em um domingo, o Advento terá 4 semanas, sendo a última semana, a Semana Santa do Natal, completamente após o 4º Domingo do Advento.

O Tempo do Natal, que se seguirá à data, também possui duração variável, pelo mesmo motivo da mobilidade do Natal na semana. Em breve, será tratado deste tema, nos artigos relativos ao Natal e seu tempo litúrgico.

Thiago – Cantinho da Liturgia

———————————————————————————————————————

Primeira Leitura

Leitura do Livro do Gênesis.

Naqueles dias, 2Jacó chamou seus filhos e disse: “Juntai-vos e ouvi, filhos de Jacó, ouvi Israel, vosso pai! 8Judá, teus irmãos te louvarão; pesará tua mão sobre a nuca de teus inimigos, se prostrarão diante de ti os filhos de teu pai. 9Judá, filhote de leão: subiste, meu filho, da pilhagem; ele se agacha e se deita como um leão, e como uma leoa; quem o despertará?

10O cetro não será tirado de Judá, nem o bastão de comando dentre seus pés, até que venha Aquele a quem pertencem, e a quem obedecerão os povos”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

 

Responsório

Nos seus dias a justiça florirá e paz em abundância para sempre.

Nos seus dias a justiça florirá e paz em abundância, para sempre.

 

Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres.

Das montanhas venha a paz a todo o povo, e desça das colinas a justiça! Este Rei defenderá os que são pobres, os filhos dos humildes salvará.

Nos seus dias a justiça florirá e grande paz, até que a lua perca o brilho! De mar a mar estenderá o seu domínio, e desde o rio até os confins de toda a terra!

Seja bendito o seu nome para sempre! E que dure como o sol sua memória! Todos os povos serão nele abençoados, todas as gentes cantarão o seu louvor!

Evangelho

R: Aleluia! Aleluia! Aleluia!

V:.Ó sabedoria do altíssimo, que tudo determina com doçura e com vigor: oh, vem nos ensinar o caminho da prudência!

O Senhor esteja convosco.

Ele está no meio de nós.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

Glória a vós, Senhor.

 

1Livro da origem de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. 2Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacó; Jacó gerou Judá e seus irmãos. 3Judá gerou Farés e Zara, cuja mãe era Tamar. Farés gerou Esrom; Esrom gerou Aram; 4Aram gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson; Naasson gerou Salmon; 5Salmon gerou Booz, cuja mãe era Raab. Booz gerou Obed, cuja mãe era Rute. Obed gerou Jessé. 6Jessé gerou o rei Davi.

Davi gerou Salomão, daquela que tinha sido a mulher de Urias. 7Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias; Abias gerou Asa; 8Asa gerou Josafá; Josafá gerou Jorão. Jorão gerou Ozias; 9Ozias gerou Jotão; Jotão gerou Acaz; Acaz gerou Ezequias; 10Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon; Amon gerou Josias. 11Josias gerou Jeconias e seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia.

12Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel; 13Zorobabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliaquim; Eliaquim gerou Azor; 14Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim; Aquim gerou Eliud;15Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Matã; Matã gerou Jacó. 16Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo. 17Assim, as gerações desde Abraão até Davi são catorze; de Davi até o exílio na Babilônia catorze; e do exílio na Babilônia até Cristo, catorze.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.