Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Rua Baronesa Geraldo de Resende, 330, - Campinas, SP

(19) 3241-9713 | 3242-0899    (19) 99132-4922

contato@auxiliadoracampinas.org.br

Secretaria
Notícias › 23/01/2019

800 cristãos da Terra Santa trabalharam meses para dar este presente aos jovens na JMJ

O Papa Francisco pediu em diversas ocasiões que os jovens rezem pela paz no mundo. Seguindo este pedido, o kit do peregrino que os jovens que participam da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) receberão terá um terço muito especial.

Trata-se de um terço feito por cristãos da Terra Santa. No total, 800 pessoas, entre elas refugiados e desempregados de Belém, trabalharam na produção de 1,5 milhão de terços feitos com madeira de oliveira.

Segundo informa Christian Media Center, é um projeto iniciado por Dom Peter Bürcher, Bispo Emérito de Reykjavik (Islândia).

A responsabilidade pela produção de um milhão e meio de terços para os peregrinos da JMJ foi assumida pela Cáritas de Jerusalém e, segundo um declarou um dos responsáveis, Jarout Bedrossian, o trabalho é distribuído por tarefas, “alguns se especializam na produção de contas do terço, outros em realizar as cruzes ou outros no laser”.

Jovens que trabalharam nas diferentes tarefas asseguram ao Christian Media Center que aprender a trabalhar com a madeira “é um ofício essencial em Belém e que estava desaparecendo”.

Dom Bürcher também declarou à Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre que, “para que este terço seja um verdadeiro instrumento de paz, foi produzido na Terra Santa com madeira de oliveira e por pessoas desta região, marcada por tensões violentas, mas também portadora de esperança e de paz. Terços podem ser adquiridos mais baratos na China, mas se encarregamos sua produção aos moradores de Belém, na Terra Santa, representa um sinal de solidariedade com eles”.

O Arcebispo do Panamá, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, também assegurou em uma carta dirigida à Ajuda à Igreja que Sofre que se trata de uma iniciativa que “promove a oração e, por outro lado, contribui com o cuidado de nossos irmãos da Terra Santa”.

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre contribuiu no financiamento deste projeto com 100 mil euros e também com a distribuição de 30 mil cópias do DOCAT, sobre a Doutrina Social da Igreja.

Via ACI Digital

Deixe o seu comentário





[bws_google_captcha]

* campos obrigatórios.