Clero (histórico)

1Padre João Baldan – 1963 a 1966

Padre João Baldan recebeu das mãos do Arcebispo Dom Paulo de Tarso Campos a estola paroquial aos 23 de dezembro de 1963, na capela do colégio Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora. Padre Baldan se imortalizou sendo o primeiro Vigário fundador da Paróquia, idealizador e alma deste grandioso monumento mariano em Campinas. Celebrou a primeira missa festiva nesta Igreja em Ação de Graças a Deus e de despedida pela missão cumprida, em  22 de fevereiro de 1966 com a Igreja repleta de fiéis. A ideia da construção de um templo a Nossa Senhora Auxiliadora era um sonho ambicioso, que visava a uma Igreja moderna e revolucionária. Graças à audácia e coragem do Padre João Baldan, então Diretor do Liceu, em meados de 1964 foram abertos os alicerces e levantadas as primeiras estruturas. Padre Baldan acompanhou a obra da fase inicial até sua inauguração. Numa atitude de fé e confiança Padre Baldan percorria o terreno em construção e espalhava, como que semeando, medalhinhas de Nossa Senhora pelo solo. Desta vez tinha que dar certo. Foi transferido em 1966 como Diretor do Liceu Coração de Jesus em São Paulo.

Padre Emílio MiottiPadre Emilio Miotti  – 1966 a 1967

Padre Emílio Miotti, ex- Diretor do Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, tomou posse como novo pároco da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora em 28 de fevereiro de 1966, com missa de grande solenidade e  a presença do coral da Matriz de Santo Antonio. Padre Miotti se dedicou com grande zelo ao apostolado entre as Associações, aos jovens e foi o primeiro pároco da cidade de Campinas a iniciar o Curso para Noivos, em preparação ao casamento. Também foi o primeiro pároco a criar as conferências para pais e padrinhos de batizandos. Vitimado por um colapso cardíaco Padre Emílo Miotti morre.

Padre Gleiton Pinheiro de Miranda

Padre Gleiton Pinheiro de Miranda – 1967 a 1968

Padre Gleiton Pinheiro de Miranda assumiu como pároco no dia 05 de Março de 1967. Na ocasião dirigiu ao povo a palavra expondo seu programa que sintetizou assim: trabalharei com entusiasmo para fazer desta paróquia uma comunidade de fé, de culto e caridade, como quer o Concílio Vaticano II.

Padre Gleiton se dedicou à pobreza organizando melhor os vicentinos e foi um grande incentivador da comunidade de jovens da paróquia. Foi curto o período do nossa terceiro pároco. Foi transferido para Apucarana(PR) a serviço do Bispo local.

 

4Padre Hilário Adelino Micheluzzi – 1968 a 1977

Jovem ainda, aqui chegou em 1968, permanecendo por 09 anos. Foi empossado aos 10 de Março de 1968 pelo Sr. Arcebispo de Campinas D. Antonio Maria Alves de Siqueira. Dedicou-se com empenho para a finalização dos detalhes decorativos da igreja Nossa Senhora Auxiliadora pelas mãos do escultor Arystarck Kaszkurewicz. Padre Hilário era um homem dinâmico e pastor exemplar das almas. Durante o  seu paroquiato procedeu-se a Sagração da Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, dia 28 de Outubro de 1973, pelo Arcebispo de Campinas. Seu lema era “Servirei a Deus com alegria. Dai-me almas”. Dirigiu ativamente a equipe de casais. Na comunidade vicentina tornou-se autêntico vicentino, percorrendo as residências simples dos assistidos quase todos os dias. Distribuía a comunhão nas paróquias da periferia, nas primeiras sextas-feiras do mês. Visitando hospitais e doentes nas residências, ungiu, alentou, falando de coragem e aceitação. Posteriormente foi escolhido para as missões em Angola, como grande conhecedor no setor de construção.
1ª Profissão Religiosa – 31/01/1948 | Ordenação Sacerdotal – 08/12/1957

3Padre Caetano Lino Lamontano – 1977 a 1987

Padre Caetano Lino Lamontano, homem dinâmico e apostólico, foi um verdadeiro pastor. Ainda hoje perduram os frutos do seu zelo apostólico. Procurou aperfeiçoar e atualizar a pastoral catequética, fazendo com que as crianças tivessem pelo menos um ano de preparação para a primeira eucaristia. Criou a Escola de Fé, catequese voltada para os pais das crianças da 1ª eucaristia. Reformulou o        Curso da Crisma, com ênfase na evangelização mais adequada aos jovens. Os jovens, acompanhados por uma equipe de adultos, evangelizavam outros jovens através do Grupo de Oração para jovens e através do Barzinho de Jesus, durante 15 anos. A Pastoral da Saúde iniciou-se em 1978 também sob sua gestão. Renovou o Curso de Batismo e de Noivos, estendendo esta serviço pastoral à periferia pertencente à paróquia. Trouxe o primeiro ECC (Encontro de Casais com Cristo) e o Grupo de Oração para a comunidade. Toda 3ª feira dedicava-se à Adoração do Santíssimo. Iniciou o Movimento do Espírito Santo, denominado Experiência de Oração, e este movimento foi crescendo e tornou-se um Grupo de Oração da Renovação Carismática. Incentivou os Vicentinos e criou o Clube das Mães. Padre Caetano se destacou pela generosidade como sacerdote, amigo, irmão, conselheiro e confidente, foi um marco na vida espiritual da nossa Paróquia. Homem simples, foi determinado e fiel a essa missão porque acreditava no poder da oração e da fé. Morreu em 13 de junho de 2004.

6Padre Reynaldo Zaniboni Neto – Fevereiro a Dezembro de 1987

Padre Reynaldo Zaniboni Neto, dentro dos limites de sua saúde, procurou atender pastoralmente, com muito zelo e dedicação, aos paroquianos. 

 

 

 

 

 

Padre Luiz da Cruz CastanheiraPadre Luiz da Cruz Castanheira – 1988 a 1992

Padre Luiz Castanheira, durante seu quinquênio de paroquiato, dedicou-se com muito zelo à Pastoral Familiar, dinamizando o ECC (Encontro de Casais com Cristo). Conquistou os paroquianos pelo seu espírito familiar de simplicidade e edificou a todos pelo seu testemunho de pobreza. É digno de louvor o trabalho que desenvolveu na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, não só espiritualmente, organizando as diversas Pastorais, mas também pelo seu tino administrativo. Construiu os três magníficos pavilhões nessa comunidade. Fundou o catecumenato no 1º semestre de 1989.

 

Padre Wagner de MedeirosPadre Wagner de Medeiros – 1993

Padre Wagner de Medeiros, pessoa de oração e de profunda espiritualidade. Deu grande impulso ao RCC (Renovação Carismática Católica), fazendo do Grupo de Oração Nossa Senhora Auxiliadora uma referência em todo Estado. Muito procurado para direção e aconselhamento espiritual. Suas missas, como o Grupo de Oração, traziam milhares de pessoas de todos os lugares.

1ª Profissão Religiosa – 31/01/1972 | Ordenação Sacerdotal – 17/12/1983

 

Padre José Silva GonçalvesPadre José Silva Gonçalves – 1994 a 2003

Padre José Gonçalves primou seu trabalho pastoral visando fazer da paróquia uma comunidade participativa, inserida na Arquidiocese, procurando realizar o carisma salesiano, com liturgias bem preparadas e grande atenção à Pastoral Familiar. Em 08 de novembro de 1997 Padre Gonçalves trabalhou no 1º Rebanhão da RCC (Renovação Carismática Católica), em Indaiatuba, onde participaram mais de 3.500 pessoas.

 

8Padre Camilo Profiro da Silva – 2003 a 2009

No dia 31 de Maio de 2003 toma posse o novo Pároco Padre Camilo Profiro da Silva, vindo de São Paulo. Ordenado sacerdote em 1987 e tendo realizado estudos em Roma, Padre Camilo veio da Paróquia de Santa Luzia, localizada no Jardim Nordeste e disse ter encontrado em Campinas ”uma comunidade viva e dinâmica”. Padre Camilo, o grande amigo de todos, em cinco anos e meio como pároco nos transmitiu a melhor das atitudes de um sacerdote: o Acolhimento. Dono de uma memória privilegiada, conhecia a todos pelo nome: crianças, adolescentes,  jovens e jovens de todas as idades (como ele fazia questão de chamar aos mais experientes). Ficou na comunidade até dia 06 de janeiro de 2009, sendo transferido para São Paulo.
1º Profissão Religiosa – 31/01/1978 | Ordenação Sacerdotal – 19/12/1987

7Padre Vicente de Paulo Moretti Guedes – 2009 a 2012

Padre Guedes tomou posse na Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora no dia 18 de janeiro de 2009, em celebração solene com a presença de Dom Bruno Gamberini, Arcebispo de Campinas. Foi ordenado sacerdote em 08 de dezembro de 1965 e seu lema é: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” (João 10,10b). Ele é mestre em Psicologia pela Universidade de Roma e lecionou vários anos na Universidade de Lorena. Foi Diretor do Colégio Dom Bosco, em Piracicaba e da Escola Salesiana São José em Campinas. No ano de 2009 Padre Guedes foi nomeado pela Inspetoria como Delegado da Associação de Maria Auxiliadora – ADMA. Pastor exemplar, homem dinâmico, muito querido pelos paroquianos, tocou a vida de todos e fez crescer nossa devoção à Padroeira através da Oração: “Nossa Senhora Auxiliadora Mãe e Rainha. Põe sua mão antes da minha.” Ensinou a todos que a sabedoria, a simplicidade e a humildade podem caminhar juntas, pois foi desta forma que viveu entre nós. Sua marca registrada sempre foi a simpatia e a alegre temperança. Iniciou na Paróquia o Curso de Teologia, com duração de 02 anos, ainda hoje o Curso de Teologia continua ativo e muito procurado pelos fiéis. Foi quem iniciou, em 2010, trabalho de pesquisa da história da Igreja Nossa Senhora Auxiliadora em preparação para os festejos do Jubileu de Ouro da Paróquia. Padre Guedes se despede da Paróquia em 04 de fevereiro de 2012 deixando-nos seu modelo de santidade, com a reconhecida atenção para com todos os paroquianos, sem exceção. Seu trabalho e incansável disposição renovaram-nos na fé.
1º Profissão Religiosa – 31/01/1951 | Ordenação Sacerdotal – 08/12/1960